Socioambientalistas manifestam apoio a Dilma em ato com Leonardo Boff

O encontro dos socioambientalistas com Dilma foi animado e reuniu mais de 200 pessoas no Eixão de Brasília. O evento aconteceu hoje, 14/09, e contou com a presença do professor e teólogo Leonardo Boff, das ministras Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate À Fome , Isabella Teixeira, do Meio Ambiente, e do ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República.

“O governo Dilma olha para o socioambiental procurando soluções que sejam inclusivas como por exemplo o Código Florestal. Durante anos as pessoas adiaram a solução, quem tinha condições de decidir não decidiu deixando 90% dos agricultores familiares na ilegalidade. Na hora em que nos construímos as soluções todos agora querem se apropriar . Então, o diferencial do governo da presidenta Dilma é o fato de ser um governo que busca soluções. A área ambiental tem uma envergadura que não tinha no passado” afirmou a ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira.

A Ministra Tereza Campelo destacou que o governo da presidenta Dilma teve o mérito de juntar o social e o ambiental. “As pessoas mais pobres sofrem mais com o processo de devastação do planeta e a presidenta Dilma enfrentou essa questão ao criar o Bolsa Verde e tirar as pessoas da pobreza” , afirmou. Em sua fala durante o evento, a Ministra declarou que “o novo na política é o que nó construímos: é ter o pobre no orçamento. Por isso, vamos eleger Dilma em outubro!”, disse.

“A partir do governo Lula houve uma mudança fundamental na lógica de conduzir o Estado, um Estado que era voltado para as elites agora é voltado preferencialmente para os excluídos, para os pobres, para os esquecidos desse país. Isso não é retórica,  os números orçamentários mostraram que você tirou recursos que iam apenas para financiar o grande capital ou para a especulação financeira e os aplicou em programas sociais, em programas de infraestrutura e sobretudo numa política econômica que contemplou o crescimento com a distribuição de renda. Portanto o que está em jogo nessa eleição não são nomes, não é Dilma, não é Marina, não é Aécio, é uma lógica de governar em que você faz com que o país continue crescendo, mesmo no meio da crise internacional, mas repartindo, distribuindo renda, dando dignidade para as pessoas” disse o ministro Gilberto Carvalho

Ao final do evento falou o grande convidado, o professor, filósofo e teólogo Leonardo Boff. Leonardo falou da importância da conservação da natureza para que a sociedade tenha qualidade de vida. Disse que não podemos mais ver a natureza pela ótica antropocentrista, como se a natureza fosse apenas um “recurso” para servir ao homem. Ele inclusive criticou o uso do termo “recurso” que ele afirma estar associado ao capitalismo e que não deve ser associado à natureza. Boff afirmou que a natureza é um bem e um serviço e que deve ser respeitada.

Quanto às eleições, Leonardo Boff disse que Marina tornou-se uma candidata que aderiu a causa do neoliberalismo e que uma hora fala uma coisa e outra hora fala outra. Disse que Dilma representa o projeto que tirou milhões de pessoas da pobreza e que está com ela pois quer ver o aprofundamento e a consolidação desses programas iniciados por Lula. Sobre o principal programa dos governos Lula e Dilma, o Bolsa Família, Boff declarou: “é mentira dizer que o Bolsa Família é esmola. O Bolsa Família é humanitarismo em grau zero. É compaixão”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s